Parcerias 2020 : Business Intelligence(BI) para clientes SIENGE

Publicado em 27 de fevereiro de 2020 por Valéria França
Parcerias 2020 : Business Intelligence(BI) para clientes SIENGE
Compartilhar

A 2G Soluções vem buscando várias soluções para agregar valor aos negócios da sua empresa. Por isso é um grande prazer que apresentamos novidades de parcerias em 2020, com intuito de oferecer serviços estratégicos aos nossos clientes SIENGE. Apresentamos a nossa primeira parceria, a PSA Sistemas.

A 2G Soluções em TI uniu forças com a PSA Sistemas empresa sediada em Goiânia com mais de 17 anos de mercado.

A empresa nasceu com uma estrutura totalmente voltada para trabalhar com o ERP Sienge, atendendo atualmente Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso e Rondônia, além de projetos em parcerias em outros estados, como Minas Gerais, São Paulo, Pará, Amapá, ou seja, uma atuação em uma grande área geográfica no Brasil.

A PSA Sistemas direciona seu foco de atuação no segmento da indústria da construção. 

Portanto, com a expansão do Sienge em Plataforma, a empresa começou a vislumbrar a necessidade de estruturar os dados que até então estavam em um sistema fechado.

Dados estes que podem ser manuseados de forma diferente, principalmente quando se pensa na estrutura mais alta de uma empresa, ou seja, os tomadores de decisões, como CEO’s, presidentes, diretores, gestores e supervisores.

Estamos falando da utilização do Business Intelligence(BI), que nada mais é do que um conjunto de ferramentas e técnicas que permite a organização análise das informações para a tomada de decisão assertiva.

Utilização do Business Intelligence(BI)

Business Intelligence(BI) para o cliente Sienge

Segundo Marllos Kratka, diretor da PSA Sistemas, para que os relatórios do Sienge atinjam a necessidade desse público citado e, baseado nessa visão de demanda, a PSA Sistemas começou a estruturar uma área de inteligência em dados, voltada ao Business Intelligence(BI).

Que na prática tem 75% do trabalho baseado no que chamamos de ETL (extração e transformação de dados) e 25% naquilo que o usuário vê, ou seja, painéis, dashboard, etc.

Portanto, cerca de um ano e meio a PSA investiu pesado na parte de ETL, ou seja, na parte da transformação da informação. Retirar essa informação do banco de dados Sienge, estruturar para que possa ser disponibilizada para um painel/dashboard, uma planilha ou qualquer outra opção que vá consumir essa informação estruturada.

Modelos de extração

Marllos Kratka, esclarece que foi desenvolvida uma aplicação que faz essa parte da ETL de forma remota, então basta conectar no banco de dados Sienge, inclusive via API, extrair o que é necessário e grava-se na nuvem da PSA. 

Objetivos da parceria 2G Soluções em TI e PSA Sistemas

Segundo Marllos Kratka, o BI será sempre algo complementar ao ERP. Nesse contexto há um ponto estratégico muito importante, porque um processo de análise mais sistêmico acaba levantando naturalmente problemas nos dados de origem, no caso do ERP.

Dessa forma, dentro do BI foram estruturados painéis para explorar estes problemas, direcionando assim os clientes para sanear/corrigir dados no ERP através de serviços de reimplantação ou de resgate de um processo mais robusto. 

Imagine que você tenha cadastros incompletos e isso irá comprometer os resultados ou rotinas dentro do ERP que deveriam estar executando e por não executar corretamente, a empresa também obtém de forma errônea dados para análise de um dashboard.

Sendo assim, o BI tem muito a contribuir em termos estratégicos para uma empresa nessa situação e que possui um ERP. Fica claro que a vertente natural de melhoria da gestão nos diversos níveis de uma empresa passa a ocorrer.

Projeto dividido em 2 etapas

Portanto, uma empresa que está com os dados insuficientes, em duplicidade, ou com processos falhos que não alimentam o sistema, tem o projeto é dividido em 2 etapas:

  • Primeira etapa onde a preocupação inicial está no saneamento dos dados, onde são elaborados painéis específicos para isso, onde o foco são pontos de controle mínimos para o bom funcionamento; 
  • Segunda etapa onde a consistência dos dados já garante segurança em analisar cenários diversos através das informações estruturadas. 

Antes de fechar um projeto em termos de prazo, é necessário observar os dados do cliente primeiro. Baseado nessa leitura ou análise define-se um cronograma de ações para gerar os entregáveis do projeto. Este método garante mais qualidade nas entregas e não frustra as expectativas da empresa.

Nesse contexto, com o BI funcionando a todo vapor, é momento que a empresa enxerga o que é realmente o poder de um ERP com operação bem estruturada e processos eficientes. 

Estratégias para elevar o nível de maturidade

Quando o BI passa a sistematizar a análise da empresa com a informação chegando às áreas de gestão sem grandes esforços, os gestores entendem onde devem concentrar esforços para orientar o manuseio correto e com qualidade do software.

O BI naturalmente promove a elevação do nível de maturidade de uso do ERP pois consegue-se identificar de forma imediata onde deve ser investido o tempo na melhoria dos processos que geram as principais informações de tomada de decisão.

Diante deste cenário é que a parceria entre PSA e 2G Soluções irá prover para o segmento da construção em Minas Gerais uma atuação cada vez mais próxima do cliente.

Entregas com mais valor do que o próprio ERP sozinho consegue oferecer, e com isso, evolução da maturidade dos clientes no consumo dos serviços, principalmente do Sienge. Esse é o grande objetivo da parceria.

Principais benefícios da Plataforma de BI

Criar uma mecânica de crescimento no processo de gestão da empresa é o grande obstáculo que se observa nos diversos ERP’s que existem hoje no mercado.

Alguns são muito bons em determinadas áreas dentro da estrutura organizacional e a maioria tem um foco maior no operacional, não tem como ser muito diferente. Mas, quando vamos para o nível tático e estratégico da organização há uma dificuldade maior da apresentação das informações.

Sabemos que gestores estão com o tempo cada vez mais escasso e que necessitam das informações mais instantâneas, proativas. Dessa forma com essa ferramenta é possível provocar análises daquela informação e não ao contrário.

Portanto, esse processo gera por si só uma estrutura benéfica muito grande, pois as empresas passam evoluir tanto na sua operação quanto no seu processo decisório, por meio das pessoas que irão ter o acesso às informações mais estruturadas.

Toda essa quantidade de informações estruturadas acaba virando um grande diferencial de negócio, prova disso é ver empresas, diversos players de mercado que se posicionam cada vez melhor com acesso a informações estrategicamente estruturadas para do seu negócio.

Como especialistas dentro do segmento da indústria da construção, sem dúvida nenhuma a PSA Sistemas e a 2G Soluções tem muito mais facilidade de fazer isso acontecer no formato que um gestor desse segmento precisa enxergar.

Gostaria de saber mais da parceria? Fale conosco.

Se inscreva para receber nossos melhores conteúdos toda semana



    Compartilhar