O que é Construção Enxuta? Conheça seus princípios fundamentais

Publicado em 22 de novembro de 2019 por Valéria França
Construção enxuta ou lean construction
Compartilhar

Provavelmente você já deve conhecer ou já ouviu o termo “construção enxuta” ou ” lean construction“, pois, há muitos anos permeia no setor da construção civil.

O termo construção enxuta é  usado para definir a aplicação dos princípios de pensamento enxuto ao ambiente de construção.

De acordo com o Lean Instituto Brasil, a  construção enxuta, ou “lean construction”, se destaca por oferecer resultados expressivos na diminuição de desperdícios, prazos e no aumento da produtividade e da qualidade na construção.

Portanto, na prática isso significa submeter uma organização, seus processos e pessoas a uma análise minuciosa, com o propósito de identificar esse valor. E estudar os processos de trabalho existentes para remover  o desperdício que impede que esse valor seja efetivamente entregue.

Sendo assim, a construção enxuta é uma estratégia importante a ser adotada pela empresa. Afinal, esse pensamento enxuto resulta em uma empresa altamente flexível e lucrativa.

Qualidade total e just in time

As gestão da qualidade total e o just in time ou  tempo exato são filosofias adotadas pela Toyota, diante das dificuldades que o país enfrentava, após a Segunda Guerra Mundial. Foi preciso aumentar a produção e ganhar a lucratividade, com o mínimo de consumo de material e eliminar perdas.

Bases essas que em conjunto se aplicam no sistema de construção  enxuta. Vamos entender melhor, pois são conceitos muito importantes.
amos entender melhor, pois são conceitos muito importantes.

Qualidade total (TQM, sigla em inglês)

A qualidade total parte da premissa de minimizar os erros ao máximo e entregar o melhor produto possível. Ou seja, é um conceito eficaz que alinha o desenvolvimento da qualidade, a manutenção da qualidade e os esforços da melhoria da qualidade entre os diversos setores da empresa. A fim de criar produtos ou serviços com o máximo de economia e máximo de qualidade.

Just in time

O Just in time é um sistema de administração da produção que determina que nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes da hora, ou seja, somente são produzidos ou entregues por demanda. Com intuito de reduzir estoques e os custos decorrentes. Com estoque reduzido, diminuem os custos do armazenamento, perdas, desperdícios,deterioração, roubo, etc.

Princípios fundamentais da construção enxuta

Vale ressaltar que a produção enxuta é muito mais do que a junção da qualidade total e just in time. O sistema expandiu e aperfeiçoou ao máximo esses conceitos, com princípios e ferramentas próprias.

A sua adaptação para construção civil, foi ajustada, visto que, o local de trabalho por exemplo, muda a cada obra. Contudo, a construção enxuta é extremamente vantajosa.

Os princípios fundamentais

  • Reduzir as atividades que não agregam valor: são todas aquelas que os clientes não estariam dispostos a pagar e que se enquadram apenas custos extras e perdas para as empresas. 
  • Considerar as necessidades dos clientes  para agregar valor ao produto: Ou seja, identificar  valor do ponto de vista do cliente e essas informações contempladas na elaboração do projeto e gestão da obra.
  • Reduzir variabilidade: Isso inclui equipes de trabalho, fornecedores e processos de execução, bem como a duração certa das atividades, e que devem se manter estáveis o máximo possível. Essa redução é um dos fatores que mais contribuem para alcançar os potenciais benefícios do conceito just in time.  Vale ressaltar que, a seleção da redução deve ser cuidadosa, permanecendo  assim as escolhas de forma que, proporcionem credibilidade e que possam assegurar a qualidade e a confiabilidade. Tanto dos dos fornecedores, quanto equipes.
  • Diminuição do tempo de ciclo: Também relacionado ao just in time, ou seja, redução da soma de todos os tempos das atividades que envolvem a produção. Com isso, é possível entregar antes do prazo, o que de fato é um competitivo relevante no mercado.
  • Diminuir e facilitar o número de passos e etapas: Com a redução do número de passos de um processo, as atividades que não agregam valor serão reduzidas também. Isso pode ser alcançado por  por meio da utilização de itens pré-fabricados, planejamento eficaz e armazenamento dos materiais e ferramentas em locais adequados.
  • Ampliar a flexibilidade de saída: É possível alterar as características do produto entregue ao cliente sem onerar significativa de preço do mesmo. A experiência mostra que é viável manter a qualidade ou os mesmos níveis de eficiência com a flexibilidade de saída.
  • Ampliar a transparência do processo: Identifica erros com antecedência. Essa transparência pode ser informações ou materiais. Como por exemplo, sinalização adequada, indicadores de desempenho e programas de melhoria de organização e limpeza. Reconhecendo que a melhoria precisa ser constantemente buscada.

Os Princípios podem ser aplicados em vários níveis, ou seja, por um fornecedor de componentes individuais que agrega valor por meio de seus produtos, como por exemplo, tijolos, concreto, etc.

Planejamento em três níveis

Para a redução dos desperdícios e aumento de eficiência, a “filosofia lean”, que está por trás da construção enxuta, trabalha em três níveis de planejamento da obra:

  1. Longo Prazo – Parte do planejamento que aborda principalmente lado financeiro, por meio do detalhamento do ritmo da execução das atividades. O Planejamento deve ser atualizado periodicamente, conforme as mudanças e o andamento na obra, ou seja, atrasos na execução devido a vários fatores, mudanças no fluxo de caixa, etc.
  2. Médio Prazo – Oferece consistência ao planejamento, por isso é geralmente de responsabilidade da gerência da obra. Costuma ser mutável, adequando-se ao plano mestre. Assim, ele é elaborado para ajudar o gerente a identificar as tarefas semanais, removendo as restrições. De forma que, este vai servir como base para elaboração do plano de Curto Prazo.
  3. Curto Prazo – Esse planejamento compõe  detalhes das tarefas a serem realizadas, e geralmente contempla o período de uma semana, assim compõe, informações relativas à data, hora, quantidade de pessoas envolvidas, de materiais, etc.

Os benefícios da adoção da construção enxuta

  • Melhoria na qualidade dos projetos, na satisfação dos clientes, nos níveis de produtividade e de segurança,
  • Obter boas margens de lucro e contribuir para melhorar a infraestrutura social, protegendo o meio ambiente e respeitando os colaboradores de sua empresa.
  • Criar uma indústria da construção para o futuro, que atraia jovens que consideram um ambiente inovador, satisfatório e saudável para empregar talentos.

Construção enxuta x construção tradicional

A diferença entre a construção enxuta e a construção tradicional está no conceito de agregar valor.

Portanto, a construção enxuta considera que só agrega valor no produto ou serviço aquilo que o cliente está propenso a pagar.

Desse modo, deslocamentos inúteis, tempo de espera, retrabalho, atrasos, defeitos, são questões que nesse pensamento, não agregam valor algum. Significam sim, perdas de lucratividade das empresas.

Em resumo, a aplicação da qualidade total de gestão e o just in time na construção enxuta, irá agregar mais valor ao produto e aos processos, oferece maior controle sobre os custos fixos, desperdícios, processos e variáveis de projetos. Obtendo assim maior lucratividade e alcançando melhores resultados.

Fontes: Site Sienge e Constructing Excellence

Se inscreva para receber nossos melhores conteúdos toda semana



    Compartilhar