Cronograma Físico-Financeiro: Como melhorar a gestão da sua obra?

Publicado em 14 de outubro de 2019 por Valéria França
Cronograma físico-financeiro de uma obra
Compartilhar

O cronograma físico-financeiro de obra  é uma ferramenta de extrema importância para obter uma visão geral do projeto e assegurar o sucesso do planejamento do empreendimento. Assim, impedir que orçamento e prazos saiam do controle. É um trabalho que começa logo na fase inicial do planejamento.

O  cronograma físico-financeiro é  fundamental para ter uma boa gestão do empreendimento, porque considera o planejamento de custos de acordo  com a etapa física (construída) da obra, conhecendo quanto dos recursos do orçamento foram usados em cada etapa. 

Ou seja, acompanhar a sequência, a duração e custo de cada fase são controles que ajudam a obter uma boa gestão do empreendimento.

Permite ajustes nas equipes, na duração  e previsibilidade dos custos, considerar o que está na realidade da execução em relação ao que foi realizado(o previsto e o realizado). Evitando que surpresas ruins aconteçam no decorrer das atividades.

Sendo assim, é possível aplicar o cronograma físico-financeiro em variados tipos de obras, tal qual, casas, reformas, edifícios, estradas, empreendimentos novos, reformas, instalações, etc. A fim de, adequar a ferramenta a realidade do projeto.

O cronograma físico-financeiro está previsto nas normas da ABNT para controle das atividades executivas de uma obra, essencialmente na Norma 13531 da ABNT no seguinte parágrafo:

3.3.6 As atividade técnicas de projeto devem ser apresentadas em cronograma físico-financeiro que informe os prazos necessários, as datas dos eventos e os seus custos.”

Com esses comparativos, obtemos os requisitos básicos de um cronograma físico-financeiro, ou seja, progresso da obra em porcentagem, custo da obra e o detalhamento do período.

Cronograma físico e cronograma financeiro

É importante esclarecer cada um, pois o Cronograma físico-financeiro é a junção dos dois, somando à informações sobre o andamento da obra e também o quanto foi investido até determinado momento.

O cronograma físico-financeiro de obra é uma ferramenta de extrema importância para obter uma visão geral do projeto e assegurar o sucesso do planejamento.

O Cronograma físico, apresenta o andamento ou avanço da obra, este utilizado desde o planejamento da construção até a execução física da obra.

Este, pode sofrer alterações ao decorrer do caminho, ou seja, na realização da obra esse cronograma compara a expectativa com a realidade. Se a diferença for relevante, pode ser que o planejamento inicial não foi elaborado de forma ideal, os outros motivos, tal qual mão de obra fora do ritmo.

O Cronograma Financeiro está relacionado ao custo que o empreiteiro terá que disponibilizar para a construção.

Após a realização do cronograma físico, ficará mais fácil elaborar todas as atividades e, então, fazer o levantamento de custos de cada fase e seus  recursos necessários, tanto de mão de obra quanto de materiais.

Os passos para começar um modelo de Cronograma físico-financeiro

  • 1º – Definir etapas da obra. Como por exemplo, compra do terreno, assinatura do contrato, terraplanagem, fundação, etc;
  • 2º – Definir prazos para o cumprimento das etapas. Podem ser semanas, meses, dias;
  • 3º – Distribuir custos por cada fase e prazo;

Ou seja, definir atividades, dar sequência e relacionar as atividades, estipular o prazo de cada uma, bem como seus custos. 

Você obtém diversas vantagens  em trabalhar com cronograma físico-financeiro, sendo elas:

  • As instituições financeiras como Caixa Econômica e Banco do Brasil e outras, geralmente trabalham com cronograma físico-financeiro como ferramenta de controle, sendo muitas vezes um pré-requisito para liberação de recursos.
  • Controlar o fluxo de caixa, entrada e saída do dinheiro da sua empresa, é que rege a saúde financeira do seu negócio. Orçamentos e prazos estourados te levam a custos extras, dores de cabeça e problemas  a serem resolvidos por todos na empresa. Portanto, ter um bom controle de fluxo de caixa, possibilita agir rapidamente e tomar decisões estratégicas, caso haja desvio de algo do planejado. Considerando fatores que podem impactar diretamente o cronograma de forma seja nos investimentos, no tempo e evitar despesas desnecessárias.
  • A partir  do controle físico-financeiro, é possível avaliar onde estão as lacunas de produtividade da equipe. Caso um prazo de execução de uma atividade estoure, é possível avaliar quais fatores influenciaram nesse atraso. Seja por falta de material, falta de pessoal, ou qualquer outro problema que poderia ter sido evitado.
  • Planejamento dentro da realidade é essencial, quanto mais se planeja o cenário, mais claro e previsível ele fica. Exemplo, após um projeto do mesmo porte e mesma equipe, é possível ter uma média de custo e tempo de cada fase. Dessa forma, o cronograma fica cada vez mais inteligente, assertivo e adaptado à realidade da empresa. 

Não se perca com planilhas avulsas

Então, cansado de planilhas muitas vezes espalhadas e avulsas no seu computador? 

O método para gerenciar e ter um amplo panorama de tudo que acontece na empresa faz a diferença que irão impactar de forma negativa ou positiva no projeto.

Estratégias dependem de uma boa administração, independente do porte da empresa. Sendo assim, planilhas avulsas, dados duplicados e falta de atualizações entre os setores, são  riscos que não vale a pena correr, ou seja, o barato que sai cara.

Controles  de informações sem integrações automatizadas entre elas causam perda de dados, confusão entre documentos, falhas ao transferir dados de uma planilha para a outra, informações desatualizadas.

Portanto, a decisão de obter um software de gestão para o controle geral da empresa, do projeto ou da obra é uma forma inteligente para monitorar todas as informações citadas neste artigo.

Com um ERP de gestão para construção civil, você monitora e controla todo o projeto desde o canteiro de obras até o escritório.

Como já apresentamos aqui em nosso Blog, o Sienge conta com toda a integração de processos da sua empresa, e ainda permite o controle do cronograma físico-financeiro, com informações aprofundadas e analíticas em uma só planilha. É possível integrar o cronograma diário de obras, todo o acompanhamento, controle de mão de obra, orçamentos, arquivos do MS Project e muito mais. 

Assim, oferece dados confiáveis, integrados e de fácil acesso por toda a equipe, simplificando os processos e te ajudando a gerir de forma planejada. Ou seja, dados integrados permitem monitoramento e visão geral em tempo, com relatórios precisos para a tomada de decisão assertiva e segura para sua empresa. 

Fonte: Site Sienge

Se inscreva para receber nossos melhores conteúdos toda semana!



    Compartilhar